top of page

UM BREVE ESTUDO SOBRE OS NARCISISTAS

Na psicanálise, os estudos apontam que o transtorno de personalidade narcisista surge na infância. De acordo com o psicanalista Otto Friedmann Kernberg, a criança cria uma imagem ideal para encarar a própria realidade, como se fosse um mecanismo de defesa. Ela se agarra a essa ideia tão firmemente que passa a não distinguir a imaginação da realidade. As duas visões se tornam uma só, gerando todos os conflitos e sintomas do transtorno de personalidade narcisista na fase adulta.


Estudos apontam que o distúrbio deriva de alguns fatores.


Genéticos: existem evidências que sustentam a presença do transtorno de personalidade narcisista de forma inata. Ou seja, é uma predisposição genética que gera o problema Ambiental: outras pesquisas mostram que o ambiente onde a pessoa vive contribui para que se formem os desvios narcisistas. E aqui estão inclusos família, escola, mídia, cotidiano, entre outros.


Experiencial: o transtorno de personalidade narcisista também pode ser acarretado por vivências do indivíduo. Algumas experiências, como os traumas, são assimiladas com conexões desvirtuadas. E a partir disso, o cérebro desenvolve pensamentos e gera comportamentos diferentes do que se espera.


Combinação de fatores: A combinação de fatores é a hipótese mais assertiva a respeito das causas do transtorno personalidade narcisista. Os cientistas explicam que uma pessoa geneticamente propensa a apresentar esse desvio tem esse risco reduzido quando cresce em um ambiente saudável. A mesma lógica vale para os outros fatores.



CONFIRA 08 CARACTERÍSTICAS BEM COMUNS DE UM(a) NARCISISTA




Autoimportância exagerada


As características mais clássicas de personalidade narcisista dizem respeito a autoimportância. São comportamentos, falas e pensamentos que enaltecem a si mesmo, baseados na crença de ser merecedor de tratamento especial e atenção.


Necessidade de adulação


Essas pessoas fazem de tudo para serem reparadas e reconhecidas por qualquer coisa (bens materiais, beleza, conquistas etc.). Aliás, eles acham que ser admirado é um direito legítimo.


DIFICULDADE EM APROFUNDAR RELAÇÕES


Esses indivíduos podem até ser populares, mas raramente conseguem construir muitos relacionamentos sólidos. Além disso, estão sempre reclamando dos outros, e não hesitam em se aproveitar de uma pessoa em prol do que desejam.


FALTA DE EMPATIA


Quando se busca por “transtorno de personalidade narcisista sintomas”, uma das respostas mais comuns é a falta de empatia. Esses pacientes são incapazes de compreender ou reconhecer as necessidades do outro. Suas cognições se mostram superficiais nesse sentido.


SUPERIORIDADE


Narcisistas acreditam que são superiores, por isso, costumam se relacionar com quem acham que estão à sua altura. Dessa maneira, sempre julgam os outros com acidez, reforçando seu autoempoderamento.


NÃO ASSUMEM SEUS DEFEITOS


Uma característica frequentemente encontrada no narcisista é o hábito de minimizar os próprios defeitos, atitudes ou falhas. Assim, raramente admitem arrependimento ou demonstram qualquer remorso, mesmo reconhecendo o problema.


ESCONDEM VULNERABILIDADES


Para a pessoa com personalidade narcisista, é inaceitável demonstrar sentimento e fragilidades. Por conta desse conceito, ela esconde sua vulnerabilidade usando de seu poder. Ou pode ser agressiva de forma estratégica, transferir a culpa, punir o outro, ou enrolar, agindo com indiferença.


A verdade é que pessoas com esse transtorno de personalidade ou tiveram uma infância onde foram tratados como reis/rainhas da casa, sem limites e ouvindo sempre sim e quando vão para a adolescência e vida adulta querem que esse padrão se mantenha e para isso fazem diversos jogos sociais e relacionais. Ou pessoas que passaram por uma infância traumática, regada de abandono e forjaram essa personalidade transtornada para esconder as suas inseguranças.


3 visualizações0 comentário

Comentarios


Obrigado pelo envio!

bottom of page