top of page

NÃO PRECISA SURTAR -TÉCNICA SIMPLES PODE TE AJUDAR A LIDAR COM A ANSIEDADE


Quem tem sintomas de ansiedade, sabe bem o que é conviver com irritação, angústia, tensão constante, nervosismo, dificuldade de concentração, preocupação excessiva, insônia, agitação, sentimentos fora de foco, dificuldade de concentração, tremor nas pálpebras, sensação de que o peito encolhe, pensamento de que tudo é negativo, perda de prazer pela vida e uma sensação de que tudo está fora de controle…


Claro que muita gente ansiosa sente só alguns desses sintomas. Mas tem pessoas que encaram todos eles…


É bom frisar que a ansiedade é um alerta de que devemos ficar atentos para alguma coisa em nossa vida. Em outras palavras: é um aviso de que alguma coisa está acontecendo e merece a nossa atenção. Então, a princípio, ela não é um transtorno.


O problema é quando esse estado esporádico, torna-se frequente. Aí o bicho pega!


Quem tem ansiedade passa a concentrar a atenção em possíveis eventos futuros, esquecendo do presente e do passado. Com isso, não consegue ter acesso aos seus recursos internos para poder usá-los de maneira eficaz. E dá em criança, adolescente, adulto, homem, mulher…


COMO A PNL PODE ME AJUDAR A LIDAR COM ISSO:


É necessário entender que Todo pensamento gera um sentimento, que gera um comportamento a maior parte dos nossos sentimentos vêm dos nosso pensamentos.


Joseph O´Connor, antropólogo inglês especialista em PNL, cita:

“o segredo é estar ciente das âncoras que desencadeiam o medo (imagem, sensação, som) e aprender a reagir de maneira diferente a elas.”

Existem maneiras de controlar a sensação de ansiedade que surge nesses momentos e acabar com a reincidência desses sentimentos em futuras situações similares.

A PNL (Programação Neurolinguística) fornece estratégias para superar a ansiedade e técnicas para mudar o padrão de pensamento que faz surgir a angústia e as fobias. Com essa poderosa ferramenta de desenvolvimento humano, é possível tornar-se uma pessoa menos estressada e ansiosa, capaz de promover as mudanças que deseja em sua vida.


O QUE FAZER QUANDO SENTIR OS SINTOMAS:


1. MUDE O ESTADO DA SUA FISIOLOGIA - Você melhor que qualquer outra pessoa sabe o quanto o seu corpo reage quando você sente os sintomas que essa ansiedade lhe trás, então o primeiro passo é mudar a fisiologia e pra isso você precisa notar o que te acontece. Seu corpo provavelmente está em estado de alerta, sua respiração possivelmente fica mais ofegante e curta e ela será o primeiro passo para alterar esse estado. Controle sua respiração, respire de forma profunda e suave, concentrando-se no movimento que ela faz e deixando cada vez mais lento e suave. Em seguida perceba os movimentos involuntários do seu corpo e deixe-os mais suaves isso já vai aliviar boa parte dos sintomas.


2. ENCONTRE OS GATILHOS - Cada pessoa possui um gatilho que desperta a ansiedade, portanto, o próximo passo para superar o problema é identificar o que desencadeia em você a sensação de ansiedade: uma imagem, um som, uma situação? É importante se autoconhecer e saber exatamente o que te desestabiliza.


3. VIGIE SEUS PENSAMENTOS - Observe qual é a imagem mental que você está criando, quais são as informações que sua mente está lhe trazendo junto com essas sensações e gerencie esse padrão. Existem técnicas que ensino em minhas imersões que trabalham de forma ainda mais poderosa essas imagens mentais. O objetivo deste gerenciamento é separar as imagens do futuro das imagens do agora.


4. DISSOCIE O PADRÃO - Dissociar é estar fora do contexto, ou seja, sair da cena e ver como um espectador. Na imersão em PNL treinamos técnicas para que você faça isso rapidamente. Em casa você pode fazer exercícios de visualização e mentalização especialmente antes de dormir e, ao levantar são ainda mais poderosos e eficazes.

Se possível, use uma agenda para fazer as suas anotações. Pela manhã, ao levantar, pergunte-se quais são as 3 coisas mais importantes que você espera do seu dia. À noite, ao deitar, pergunte-se quais foram as 3 coisas mais importantes que você realizou no dia. Isso vai lhe ajudar a criar crenças potencializadoras ao perceber o seu dia de uma forma mais positiva.


5. ENCONTRE A FONTE E RESOLVA - Aqui vem a coisa mais importante a ser feita, RESOLVER A CAUSA, afinal não adianta simplesmente saber como lidar com os sintomas. Em nossa imersão em PNL, utilizamos de uma ferramenta que te ajuda a mapear a fonte da ansiedade e criar uma estratégia para solucioná-la. O que você deve ter em mente é que de alguma maneira, enquanto você não tiver o conhecimento necessário para resolver, essas questões serão constantes.

Não é natural sentir ansiedade de maneira aleatória e constante (Se isso acontece com você procure um PSICÓLOGO imediatamente). O comum é que a ansiedade esteja associada aos programas que a sua mente possui e ao padrão que esses programas estabeleceram para lidar com as situação, conhecer esses programas e mudar esse padrão é o caminho para ter bem estar mental e viver cada vez melhor.




67 visualizações0 comentário

Comentários


Obrigado pelo envio!

bottom of page