top of page

COMO GERENCIAR AS SUAS CRENÇAS

A crença é um sistema de pensamentos que forma a base que vemos e experimentamos nossa vida.



Crença é o estado psicológico em que um indivíduo adota e se detém a uma proposição ou premissa para a verdade, ou ainda, uma opinião formada ou convicção.


Elas são programas mentais que se formam de diversas maneiras:


Experiências de infância;

Senso comum ou inconsciente coletivo;

Educadores ou deseducadores: parentes, professores, líderes e outras figuras de autoridade;

Repetição;

Forte impacto emocional;


“A lei da vida é a lei da crença” - Joseph Murphy

Classificação de crenças


Hereditárias – são as crenças que nos foram ensinadas e aceitas nesta vida desde o momento da concepção até o presente. São crenças que você aprendeu com base em tudo que viu, ouviu ou sentiu sob forte impacto emocional ou repetição.


Sociais - crenças que aprendemos com a família, com a mídia, com o nosso ciclo social e todas as nossas interações com ele.


Pessoais – São as crenças criadas a partir da experiência individual. Elas têm origem hereditária, mas se tornam verdades pelas experiências.


Sistema de crenças


As crenças fazem parte um sistema chamado pela PNL de metaprogramas, ou seja, de uma programação inconsciente auto realizável. Assim, sendo, sua mente não questiona se a informação contida no inconsciente está correta ou não, ela simplesmente envia a informação para o consciente que por sua vez executa.


Desde os dias da Grécia Antiga filósofos e lógicos estudaram a forma de raciocínio denominada silogismo (raciocínio dedutivo estruturado formalmente a partir de duas proposições (premissas), das quais se obtém por inferência uma terceira (conclusão).


A mente raciocina por silogismos, que em termos práticos significa que qualquer premissa maior que a mente consciente supõe que seja verdade determina a conclusão a que se chegará a mente inconsciente, pouco importando qual a questão ou problema. Se as premissas são verdadeiras, a conclusão tem que ser verdadeira. (Trecho retirado do livro “O poder do subconsciente)


Trata-se do modelo “SE - E - LOGO”, por exemplo:


Se todos os homens são iguais e mentirosos

E meu marido é homem

Logo meu marido é mentiroso


Tipos de crenças


As crenças são como imãs: você crê em uma verdade e ela se torna real. Se você crê que a vida é difícil, ela se torna difícil. Isso acontece porque você está conectado com essa verdade e a vida te trará situações que sejam compatíveis com esta vibração. Existem crenças de dois tipos: Fortalecedoras e Limitadoras


Crenças fortalecedoras: são todas as informações gravadas no seu inconsciente que fortalecem o comportamento e fazem o sujeito avançar.


EXEMPLOS DE CRENÇAS POSITIVAS


Posso ser tão bom ou melhor que os outros; Mereço ser feliz; A vida é uma dádiva; Posso confiar em muitas ou algumas pessoas; Fácil conseguir dinheiro; A mudança pode ser rápida e prazerosa; Consigo o que eu quero; Posso ter ganho com prazer; Sou bom o suficiente; Posso recomeçar com minha idade;


Crenças Limitadoras: são todas as crenças gravadas no seu inconsciente que te enfraquecem, atrapalham seu comportamento e em alguns casos chegam a paralisar o sujeito.


EXEMPLOS DE CRENÇAS LIMITANTES

Os outros são melhores que eu; Não mereço ser feliz; A vida é uma luta; Não posso confiar em ninguém; Difícil conseguir dinheiro; A mudança é lenta e sofrida; Nunca consigo o que eu quero; Sem sofrimento não há ganho; Não sou bom o suficiente; Sou velho para recomeçar; Sou muito jovem para essa responsabilidade; Ninguém me ama; O que o pai constrói o filho destrói; A mudança é difícil; Aprender é complicado.:


Pirâmide existencial humana


A sua programação mental influencia diretamente a sua maneira de ver a si mesmo, perceber suas capacidades e obter resultados específicos.


Desta forma, quase todas as pessoas acham que se “têm” uma coisa (mais tempo, dinheiro, amor, etc.), podem finalmente “fazer” outra (escrever um livro, ter um passatempo, tirar férias, comprar uma casa, ter um relacionamento), o que lhes permitirão “ser” algo (felizes, tranquilas, alegres ou apaixonadas).


A PNL compreende que todo indivíduo possui todos os recursos necessários em si para conseguir qualquer coisa. Além disso, aquilo que ainda não foi feito poderá ser aprendido através de processos de modelagem, assim sendo:



COMO INTERFERIR NO PROCESSO


Entenda: você está pré programado, a única maneira de estabelecer um novo padrão é gerando interferência no padrão atual, para isso é necessário perceber os padrões limitantes atuais e você vê isso nas suas palavras, pensamentos, ações e sensações (Se ficar difícil sozinho, pede ajuda pra gente).


Perceber é a parte mais complexa da jornada, depois disso não perde muito tempo tentando entender por que você possui essa programação, parte para o próximo passo que é treinar, literalmente, a mudança desse modelo e isso acontece quando você interfere no silogismo (lembra dele?).


Então, sempre que você perceber o comportamento limitante confronte falando: por que não tentar de uma outra forma? ou que outra realidade eu poderia experimentar? ou qualquer perguntar que te faça enxergar outras possibilidades. Escolha uma nova e exercite !

Quanto mais você repetir esse processo (perceber - questionar - exercitar), mais você irá internalizar, dessa forma novas crenças serão estabelecidas.


TENHA PACIÊNCIA OU SOLTE UMA BOMBA !


Bom, acho que você já notou que esse processo, por mais simples que pareça, levará tempo e muito possivelmente te fará sentir bastante desconforto, mas só existem duas maneiras de mudar o seu sistema de crenças: paciência ou explosão.


Você pode gerar um efeito atômico se esses elementos forem inseridos no processo:


- CONFRONTO EXTERNO

- FORTE IMPACTO EMOCIONAL

- TÉCNICAS DE IMERSÃO

- TREINAMENTO SUPERVISIONADO

- ESTÍMULOS POSITIVOS REALISTAS


E é obvio que você já deve ter notado que nada disso será possível sem o auxílio de um profissional que domine as técnicas corretas e que esteja devidamente capacitado para essa parceria com você.


Agora é contigo !





258 visualizações0 comentário

Comments


Obrigado pelo envio!

bottom of page