top of page

05 SINAIS DE QUE VOCÊ ESTÁ PRESO E NEM SE DEU CONTA



Há alguns anos, quando comecei a treinar pessoas, nem me dava conta de que todos e todas que buscavam minhas palestras e treinamentos tinham um real desejo de se libertar, porém acreditavam que não eram prisioneiros, mas que tinham um problema ou uma meta a ser atingida, nada além disso. Mas no fundo, ainda sem o conhecimento que tenho hoje, eu imaginava que essas pessoas de fato estavam buscando "resultados".


Mas a grande verdade é que os seres humanos possuem uma tendência a por muita energia em questões mais superficiais para não ter que ir à fundo nos seus verdadeiros anseios - sentir-se valorizado, ser aceito, pertencer, amar, ser amado e ser feliz.


São anseios que podem ser resumidos simplesmente como o que eu gosto de chamar de "sentido da vida". Quando um desses anseios inatos deixa de ser preenchido, a maneira mais provável, fácil e rápida é buscar isso através de pessoas, lugares e conquistas... porém quando essas buscas naturais e conscientes passam a ser a razão de viver isso vira um grande problema.


Atrevo-me a dizer que quase todo mundo já se sentiu preso. E quando estamos, o sentimento se torna rotina. Nós continuamos a fazer as mesmas escolhas, mantendo a mesma mentalidade, nos cercamos das mesmas pessoas e participamos das mesmas atividades. Podemos ansiar a felicidade e realização, mas não sabemos como nos libertar desse sentimento, ou talvez nem sequer percebemos que estamos presos em tudo.


De qualquer maneira, aqui estão cinco sinais de que você está preso, e os passos que pode tomar para se livrar disso


1. Você se sente como um robô

Conhece a sensação? Você acorda, se arruma, trabalha, almoça, trabalha um pouco mais, faz o jantar, assiste televisão, dorme, e repete tudo outra vez. Nenhuma emoção, nenhuma vibração. Muitas vezes esquecemos que a felicidade é a nossa verdadeira natureza e ficamos presos a tarefas, ao invés de nos concentrarmos em como queremos nos sentir.


2. Você continua dando desculpas para evitar a mudança

Quando damos desculpas, não nos permitimos a possibilidade de um resultado diferente. Tornamos-nos hamsters em uma roda, exaustos e desanimados.


Pergunte a si mesmo: “Se não agora, quando?” Considere definir alguns prazos em sua decisão de mudança. Você precisa de duas semanas para examinar seus sentimentos? Você precisa de um mês para pesquisar novas opções? Defina prazos para apoiar o seu processo de mudança.


3. Você tem a sensação de não saber qual próximo passo tomar, ou teme o que está por vir

Quando temos medo do futuro, perdemos nossa confiança no quadro maior da vida. Perdemos de vista a importância e vitalidade da vida no aqui e agora. Há uma solução para o medo, e a solução está sempre dentro de você. Não há necessidade de procurar em outro lugar.


Reserve um tempo para se envolver consigo mesmo e visualize alguns cenários diferentes. O que te faz se sentir bem? O que te excita? Faça planos com pessoas que te inspiram e discuta suas ideias com elas. Como elas respondem e como isso faz você se sentir? Conheça seus valores através de diálogos internos e conversas com amigos de confiança.


Na próxima vez que sentir medo, lembre-se que você tem controle sobre seu corpo e sua mente (e isso é o que importa).


4. Você se sente desatento

Quando você acorda sua mente imediatamente começa a trabalhar? Você luta para se manter focado durante todo o dia?


Quando estamos presos, podemos sentir como se estivéssemos correndo em círculos. Nossas mentes são nebulosas e começamos uma tarefa sem termos terminado outra. A vida começa a se parecer com aquela canção que não sai de sua cabeça e está te deixando louco.


Para conseguir se desprender, é essencial sair do seu espaço físico e mental habitual.


Quando esse sentimento vier sobre você, dirija até um lugar desconhecido, mova seu corpo de uma maneira diferente, ouça músicas diferentes. Se você é super organizado, se bagunce. Faça algo diferente e veja a magia acontecer.


5. Você sente como se fosse outra pessoa

Nós podemos começar a nos sentir muito estranhos quando estamos presos em um padrão para o qual não temos vocação. Tendemos a ignorar nossa intuição por ser algo não tangível, mas nossa intuição é nossa verdade. Ouça essa voz.


Nossa cultura dissemina ideia de hiper independência, a ideia de que podemos fazer tudo por conta própria, e que as pessoas “bem-sucedidas” lutam, suam, sangram e choram sozinhas. Isso não é verdade.


Ninguém pode fazer tudo sozinho. Às vezes, precisamos de opiniões que nos ajudem a seguir em direção a respostas e a nossos sonhos.


63 visualizações0 comentário

Comments


Obrigado pelo envio!

bottom of page